quinta-feira, 14 de julho de 2011

Qual é o feminino de ídolo?

para os "estudiosos" que ainda não sabem aí vai:

Às vezes, as pessoas têm dúvida ao empregar a palavra ídolo com referência a nome feminino. Dizer "Chico Xavier é meu ídolo" é fácil, já que "ídolo" é do gênero masculino. O problema surge quando tal vocábulo se relaciona com nome feminino, como "Chiquinha Gonzaga". Como ficaria a construção? "Chiquinha Gonzaga" é minha ídola"? Não é nada disso. Na verdade, o substantivo "ídolo" pertence a um só gênero, o masculino. Assim, como não tem forma feminina, você dirá: "Milton Nascimento é meu ídolo" ou "Sandy é meu ídolo". Esse fato não é de surpreender, pois vários substantivos existem que, como "ídolo", só são empregados em um gênero e podem relacionar-se indistintamente a nomes masculinos e femininos. A Nomenclatura Gramatical Brasileira chama-os "sobrecomuns", dos quais são exemplos os masculinos alvo, animal, cônjuge, indivíduo e os femininoscriança, pessoa, testemunha, vítima e vários outros, como nos exemplos abaixo:

· O conferencista e sua esposa foram alvo de todas as atenções.
· Esta leoa é o único animal do zoológico que ainda não foi vacinado.
· Meu cônjuge chama-se Norma.
· As mulheres são os mais sensíveis indivíduos da espécie humana.
· Celsinho é criança muito esperta.
· João é pessoa imensamente estimada.
· Euclides, a testemunha, já chegou para depor.
· O nome da vítima é Raimundo.
Em conseqüência da evolução do grupo social, substantivos sobrecomuns podem vir a apresentar o outro gênero. Assim, em razão do incremento da presença feminina em cargos de chefia, o vocábulo chefe, que tradicionalmente possuía apenas uma forma (comum de dois gêneros: o chefe, a chefe), passou a admitir também a feminina morfologicamente explicitada – chefa. O mesmo ocorreu com presidente, parente e sujeito, cujas formas do feminino já estão dicionarizadas. Em breve, isso poderá suceder com gerente, é esperar para ver...
[Texto do Professor Paulo Hernandes]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário